aUMM
pela saúde, consigo
FAQs

O que é o Mutualismo?

O Mutualismo é um sistema de auxílio mútuo entre os seus membros. A legislação estabelece que as associações mutualistas “são instituições particulares de solidariedade social com um número ilimitado de associados, capital indeterminado e duração indefinida que, a partir da quotização dos seus associados, praticam, no interesse destes e das suas famílias, fins de auxílio recíproco”. Estes grupos podem ser socioprofissionais. Na sua actividade e organização as mutualistas pressupõem de um modo geral a “Concessão de benefícios de segurança social e de saúde destinados a reparar as consequências da verificação de factos contingentes relativos à vida e à saúde dos associados e seus familiares e a prevenir, na medida do possível, a verificação desses factos.” Estes princípios estão consagrados no Código das Associações Mutualistas, nos primeiros três artigos que estabelecem a natureza e os fins das mutualidades, mas também na Constituição da República Portuguesa. A regulação das associações mutualistas cai no âmbito do Ministério da Solidariedade e Segurança Social.



O que é uma Mutualista e como funciona? 

As mutualidades são, na sua origem, organizações de previdência e protecção social sem fins lucrativos. Organizam fundos de protecção comuns para se precaverem de riscos espectáveis. À partida, a gestão desses fundos está muito bem delineada, num regulamento de benefícios e em estudos técnicos de provisões, sendo auditado interna e externamente. Cada fundo corresponde a cada benefício e é autónomo e estanque. Os excedentes técnicos não são lucro, ou seja, as quotizações não são prémios a fundo perdido (como os seguros tradicionais), e os remanescentes são forçosamente aplicados em Melhorias ou Benefícios para os associados que se traduzirão, por exemplo,na ampliação do sistema, aquisição de meios, redução das quotizações, aumento das coberturas e regalias, etc.



Porquê uma Mutualista de Médicos?

Os médicos organizam a AUMM para juntos fazerem face ao recente e agudo declínio da sua segurança e estabilidade profissional e social e de certa forma se solidarizarem na procura de meios de intervalorização social e profissional. Actualmente os médicos estão preocupados não só com o futuro da qualidade da Medicina exercida em Portugal mas com o futuro da prática da Clínica Livre e autosuficiente , da independência do juízo clínico e da justa contrapartida e reconhecimento do bem que veêm prestando à sociedade e da importância do seu compromisso para com a humanidade desde os primórdios dos tempos. Certos de que a Medicina deve estar ao serviço da sociedade, mas também que o aprimoramento do saber médico implica sacrifícios pessoais e familiares crescentes, a AUMM procurará proteger o melhor interesse dos médicos e seus familiares , bem como da sociedade em geral , ao promover a qualidade, os valores e deontologia médica e permitir que sigam incólumes os fundamentos da sua profissão e os votos consagrados no Juramento de Hipócrates.


De que modo será estruturada a Mútua nas suas actividades?

A Mútua terá uma estrutura representativa, com órgãos sociais eleitos, de entre os seus associados efetivos, médicos. Além dos estatutos, as mútuas são obrigadas por um Regulamentos de Benefícios, ou seja, um documento que especifica a natureza de cada benefício, o custo da sua subscrição e regulamenta o seu modo de financiamento hermético, e a articulação destes fundos independentes (ou subscrições) com um fundo geral e um fundo de reserva, de modo que fique assegurada a sua viabilidade e escrupulosa utilização no cumprimento dos benefícios, e que os remanescentes técnicos possam ser reintroduzidos sob a forma de mais benefícios ou melhorias para os signatários, dada a natureza não lucrativa de cada fundo. A Mutua terá uma operacionalidade transversal, quer no sector público quer no privado, ou seja, é uma estrutura de médicos, para médicos, mas inclusiva e não exclusiva, ou seja, aberta a pontes e protocolos com outras entidades e a sociedade em geral. A Mútua constituirá, no plano empresarial outras empresas, que poderão ser sociedades anónimas ou por quotas, complementares da sua acção, como a prestação de serviços médicos, sendo o seu capital 100% detido pela AUMM.



Quais serão os objectivos da aUMM?

Em linhas gerais os objectivos da UMM, e os principais desafios do seu plano de actividades serão:

- Proporcionar aos seus associados benefícios em diversas áreas, e protecção face a riscos e contingências comuns, a nível profissional, pessoal e familiar, desenhando benefícios em fundos mútuos, apostando nas sinergias e em protocolos institucionais com várias entidades.

- Constituir também fundos de protecção mútua na saúde, ou seja, sem fins lucrativos além da justa remuneração dos profissionais e o melhor tratamento para os doentes, ao melhor custo possível.

- Promover assim a clínica livre e evolução do mutualismo, como duas correntes de actuação benéficas à sociedade e à evolução dos princípios de justiça e segurança social, e à promoção do bem-estar e da saúde. 


- Proporcionar segurança social e apoio aos familiares de médicos, e a sua adequada assistência, enquanto estes se ocupam a assistir terceiros. 

- Permitir a participação da sociedade na persecução de fins de bem-estar comum e promoção da saúde, de uma forma idónea, transparente e sinérgica.

- Promover a ciência e a investigação médica, a formação de jovens e a criação de valor na área médico-científica.


Que outros tipos de Associados poderão existir , além dos médicos?

A União Médica Mutualista é uma associação de caracter-socio profissional sem fins lucrativos , que visa promover o bem-estar e saúde dos seus associados. Sendo uma associação de cariz socioprofissional os seus associados efectivos serão médicos, com os direitos e deveres consagrados estatutariamente e tendo á sua disposição a subscrição livre de uma série de benefícios que visam objectivar os fins e missão da AUMM.
Não obstante a AUMM admite nos seus estatutos diferentes tipos de associados , que não sendo sócios efectivos em pleno direito , poderão subscrever livremente algumas rúbricas ou Benefícios, em condições igualmente vantajosas e com todos os direitos e deveres que constam no Regulamento de Benefícios, nesse benefício específico.
Assim, a União Médica Mutualista pode ter as seguintes categorias de associados, de acordo com o artigo 4º dos seus estatutos:

a) Associados Efectivos (médicos)- os que paguem a jóia e a quota associativa e subscrevam uma ou mais modalidades de benefícios disponíveis nos termos do Regulamento de Benefícios

b) Associados Aderentes- os beneficiários dos regimes complementares de segurança na saúde, geridos pela União Médica Mutualista, e que requeiram a sua inscrição.

c) Associados Participantes- os beneficiários de modalidades colectivas de protecção na saúde que adiram em conjunto, aos respectivos benefícios, bem como as entidades individuais ou colectivas que contribuam para estas modalidades

d) Associados Contribuintes- as pessoas individuais, ou colectivas, que financiem ou contribuam para os regimes complementares de segurança social e protecção na saúde, geridos pela União Médica Mutualista

e) Associados Beneméritos ou Honorários- as pessoas individuais ou colectivas que tenham praticado, em favor da União Médica Mutualista, acções de relevo que meraçam ser distinguidas

Assim a AUMM garantirá sempre, aos seus diferentes parceiros e associados, o melhor padrão possível de vantagens e benefícios, nomeadamente na protecção na saúde, esperando com isso potenciar não só a qualidade, mas também a motivação, a confiança e a solidez da aposta mútua que propomos na saúde.

A AUMM contará naturalmente com recursos humanos médicos entre os seus associados efectivos, mas procurará também entre os diferentes tipos de associados , em parceiros ou protocolos de actuação, outros profissionais de saúde que queiram colaborar na prestação de serviços no âmbito das actividades da AUMM.

Se for o seu caso  preencha o formulário de contacto que será analisado pelos departamento de recursos humanos.

Entidades que pretendam protocolar acesso a benefícios ou a prestação de serviços médicos pela AUMM ou por associados da AUMM, devem contactar a AUMM usando para o efeito o formulário de contacto, ou a carta registada (via CTT) endereçada à sede ao cuidado do Conselho de Admnistração.   

 

SHARE_in